Conteúdo sugerido

Criado com o intuito de substituir as válvulas dos computadores diminuindo seu tamanho, consumo de energia e preço, além de aumentar sua eficiência, o transistor revolucionou os computadores.

É basicamente composto de duas junções PN, uma polarizada diretamente e outra inversamente. Uma junção PN é o conjunto de duas pastilhas de um mesmo material (silício ou germânio) dopadas de formas diferentes, de modo que o lado P fica com falta de elétrons e o lado N com excesso de elétrons. Um diodo, por exemplo, é formado por uma junção PN: duas das pastilhas anteriormente faladas. Já o transistor é formado por 3 dessas pastilhas, podendo ser um transistor PNP - formado pela união no material N - ou um transistor NPN - formado pela união no material P.

Na imagem 1 podemos ver um transistor PNP, que estaria se comportando como dois diodos, um polarizado diretamente, e outro polarizado inversamente. Vimos na imagem que foi injetada uma corrente "Ie". Se ela estivesse prestes a entrar em um diodo polarizado diretamente, este permitiria sua passagem e a corrente sairia pelo lado N. Porém, como foi adicionada uma pastilha com o material dopado P, a corrente ocasiona uma diminuição da largura da zona de depleção entre o coletor e a base (entre o primeiro P e o N), o que facilita a passagem das partículas em direção ao P final (coletor). Além disso, a região de depleção entre a base e o coletor sofre um alargamento que cria um campo elétrico forte, facilitando ainda mais a passagem da corrente "Ie", o que não ocorreria em um diodo comum que estivesse inversamente polarizado. Com isso, é possível transferir uma corrente de um circuito com uma resistência "x" (correspondente à junção PN polarizada diretamente) para um circuito com um valor de resistência "100x", por exemplo, (correspondente à junção PN polarizada inversamente) causando um ganho de tensão, uma vez que a corrente é a mesma e a resistência aumenta, gerando aumento de tensão a partir da relação proposta na Lei de Ohm entre tensão e resistência (V = RI).

Imagem 1: http://www.cefetrn.br/~fcsjunior/Aula19%20-%20Transistores%20Bipolares%20-%20Construcao%20e%20Funcionamento.pdf

Conteúdo criado na rede antiga por Manuela Valença


Atividades recentes