Um motor  pode ser representado por quatro bobinas que deveremos alimentar de forma sequencial(veja controle de motor de passo) para que o motor gire.

Os motores de passo bipolar possuem, normalmente apenas quatro fios e precisa de um circuito de ponte H para sua montagem (Montagem de circuito para Motor de Passo bipolar).

Os motores unipolares possuem normalmente 6 fios, sendo quatro de cores diferentes (um para cada bobina) e dois de cores iguais (comuns, terra ou GND), normalmente pretos ou marrons.

O esquemático a seguir (feito no oregano) utiliza relés de 8 pinos(estão representados por uma bobina e um header de 6 pinos).
Utilizamos como controlador um 8051, poderia ser um AVR328 (arduino) ou similar, mas o princípio é o mesmo:
Quatro portas de I/O para controlar a energização de cada bobina. E o terra (GND) para fechar o circuito de ativação dos relés.

File:MPassoEsquematico.png

Esse esquema similar, feito no Fritzing, em breadBord , ilustra a ligação usando relés de 6 terminais.
Note que como na lib defaut do fritzing só havia motor de passo bipolar, tem uma ligação na carcaça do motor representando o terra, e os quatro fios devem ser imaginados como se fossem um de cada cor.

File:MPassobread.png
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:MPassobread.png

É importante falarmos que os relés que costumamos utilizar, esses menores que tem no mercado, consomem, de acordo com a especificação de 40mA à 60mA de corrente. Se vc for utilizar um Arduino que pode suprir no máximo 50mA , de acordo com a especificação precisaríamos montar um driver de corrente.
É muito comum ver circuitos utilizando um transistor para ativar o Relé e um diodo reverso para evitar ruídos gerados na comutação do mesmo.
Eu aqui não uso nenhum dos dois pois com muitas aplicações práticas já percebi que o arduino supri tranquilamente a corrente do relé, sem se aquecer ou queimar.

#Acesse os arquivos (oregano e Fritzing) nos posts a baixo #



Atividades recentes