Conteúdo sugerido

Com a disponibilidade de sistemas de processamento de menor tamanho, com menor consumo de energia e baixo custo, chega a possibilidade das coisas (nossos objetos pessoais) terem processamento próprio e com a disponibilidade da rede móvel essas coisas podem se conectar à internet. 

Com bilhões de dispositivos que podem coletar informações do ambiente, nossa movimentação ou até mesmo dos nossos corpos, conectados e enviando informações para a rede, surge a viabilidade de muitas novas aplicações.  


lrIWOGl.png


A Internet das Coisas, em poucas palavras é uma extensão da Internet atual, que proporciona aos objetos do dia-a-dia (quaisquer que sejam), mas com capacidade computacional e de comunicação, se conectarem à Internet. A conexão com a rede mundial de computadores viabilizará, primeiro, controlar remotamente os objetos e, segundo, permitir que os próprios objetos sejam acessados como provedores de serviços. Estas novas habilidades, dos objetos comuns, geram um grande número de oportunidades tanto no âmbito acadêmico quanto no industrial. Todavia, estas possibilidades apresentam riscos e acarretam amplos desafios técnicos e sociais.

Essa definição veio da Publicação de Bruno P. Santos e seus companheiros da UFPE que pode ser acessado no link.

Uma definição mais técnica por José Otero:

Da perspectiva da normalização técnica, o IoT pode ser considerada como uma infraestrutura global para a sociedade da informação, permitindo serviços avançados interconectando coisas (física e virtuais) baseadas em tecnologias de informação e comunicação Inter operativas existentes e em evolução. Através da exploração das capacidades; da identificação e captura de dados; de processamento e comunicação, IoT faz pleno uso das coisas para oferecer serviços para todo tipo de aplicações, assegurando ao mesmo tempo que se cumpram os requisitos de segurança e privacidade.

Veja o que o CESAR fala sobre o tema e sua meta plataforma de Iot, o KNoT .


Do surgimento da Internet à IoT

No início houve a necessidade de se conectar computadores em diferentes localidades e durante a segunda guerra mundial fomentou o desenvolvimento de ferramentas e códigos que viabilizassem a circulação de informações no meio militar sem o risco de vazamento.

COMPUTADORES => COMPUTADORES 

Em 1969 a ArpaNet é apresentada pela empresa Advanced Research and Projects Agency (ARPA). Seu desenvolvimento teve por objetivo permitir que os departamentos de pesquisa fossem conectados uns aos outros.
A World Wide Web (WWW) surgiu em 1989, criado por Tim Berners-Lee, como um integrador de informações que permite o acesso de forma simples e consistente em diferentes plataformas.

PESSOAS => COMPUTADORES

As salas de chat tornaram-se pontos de encontro para um bate-papo virtual a qualquer momento. Desempregados iniciaram a busca de empregos através de sites de agências de empregos ou enviando currículos por e-mail. As empresas descobriram na Internet um excelente caminho para melhorar seus lucros e as vendas on line dispararam, transformando a Internet em verdadeiros shoppings centers virtuais.

PESSOAS => PESSOAS

A partir de 2006, começou uma nova era na Internet com o avanço das redes sociais. Pioneiro, o Orkut ganhou a preferência dos brasileiros. Nos anos seguintes surgiram outras redes sociais como, por exemplo, Facebook, Twitter, Google Plus e Instagram.

PESSOAS => COMUNIDADES

Com o desenvolvimento da microeletrônica e a miniaturização e diminuição de custos dos microcontroladores as "coisas" (objetos do dia a dia) passaram a ter condições de se conectar a internet e publicar uma quantidade cada vez mais significativa de informações. Segundo o IDC, o número de dispositivos conectados ao universo IoT será da ordem de 30 bilhões em 2020 e se prevê um mercado potencial estimado em 7,3 bilhões de dólares já em 2017.
Com o uso de ferramentas de mineração de dados (BIG Data) os sistemas são habilitados a inferirem tendencias de comunidades ou até mesmo acompanhar movimentos pessoais.
Uma nova era se inicia com as novas possibilidades disponibilizadas por essa tecnologia que vai do controle automático dos objetos a previsão de acontecimentos globais.

COISAS => PESSOAS  



A imagem a seguir vem da Multirede Angola.

1.png

lrIWOGl.png


Atividades recentes